Pages

14 novembro, 2011

Reprimido



Quem somos? Quem fomos? Quem costumávamos ser? E finalmente, quem nos tornamos?
Vou jogar perguntas pra que se um dia pensar no assunto, as mesmas também te venham na cabeça, mas que lembre, que eu fiz o que pude.
De quem é a culpa de termos nos afastado? Não por quilômetros, mas por pensamento. Será da sua rotina cheia demais? Ou dos seus laços entre amigos terem se afrouxado mais e ter faltado um pequeno espaço que seja, pra mim. Me pergunto se realmente há algo pra culpar, porque se tornou um vazio.
Toda diferente, vazia, distante, incompleta por mim, e cheia pelos outros. Eu sabia dos riscos e nao tinha jeito em não corrê-los, e mais, tinha medo de que me deixasse mais de lado do que o normal quando se aproximava mais de alguém que pudesse superar essa amizade. E não é que realmente apareceu alguém? Mil pessoas, todas, menos eu. Penso foda-se, mas me importo, e tento encontrar razoes pra ligar, porque amizade que tinha, não há.
Não sei se foi certo, mas eu sabia que ia encontrar alguém pra me substituir. E porque será que nem se moveu pra me ver? Podia ter vindo UM misero fim de semana, ou ter me chamado, mas não, eu simplesmente não fazia mais falta, porque encontrou mais gente pra me substituir.
Entre todas as pessoas que eu sabia que largaria, era uma das que eu mais me preocupei e pensei, e foi uma das que menos parece se importar agora. Logo faz um ano que eu mudei, migrei, me reformei por dentro e por fora, e logo posso contar em uma mão só as vezes que te vi.
Posso até dar a data de quando parecia se importar comigo, até junho/julho tudo parecia bem, e será que é justo eu me importar com tudo isso? Caralho, eu sabia.
Queria ter sido mais forte, e menos sensível, mas não rolou. Me arrependo sabia? Queria poder dizer que nada foi em vão, e porra, como senti falta de ter alguém do meu lado pra confiar e agora nao é mais.
Hoje a ferida se abriu por terem tocado no assunto, que estariamos distantes e que simplesmente é assim mesmo. PORRA, NAO É.
Só pensa em quem éramos? Quem somos? E o que queremos ser agora?
Sinceramente eu sinto falta da "melhor amiga" que tive, meu descontrole emocional não sabe negar, mas ele jura que tenta até o fim, não se importar com mais nada.

4 comentários:

  1. É dani, não é facio...sabe pelo menos vc tem alguem no qual pode reclamar por ser sua amiga, agora tenta viver em um mundo onde ninguem term interesse de ser seu amigo apenas te usa...é assim que eu me sinto o tempo todo como aqueles nerde que a gente vê nos filmes americanos minha vida é daquele jeito...as vezes eu choro por não ter ninguem, e as vezes eu me sinto melhor por não ter ninguem pelo menos assim eu serei "usado"...mais sinto a sua indignação aqui comigo, pois ja procurei tanto um amigo verdadeiro.Mais esse é o nosso mundo, e parece que ele não vai mudar. e o pior disso tudo é que eu não encontro nem outros nerdes pra ficar comigo é apenas eu e minha sombra e as vezes eu tenho a impreção de que ela me abandona tambem...kkk acho que estou enlouquecendo de vez.bom só sei que aprendi a conviver com a solidão.
    Bjs linda moça e um bom feriado.

    Sinceramente: O Garoto do Blog.

    ResponderExcluir
  2. As vezes temos que parar para refletir e vermos os erros e os acertos da vida.
    http://meninasevaidosas.blogspot.com/

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi flor!
    Obrigada pela visitinha, adorei =)

    Bjo!

    http://seguindotendencias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. JA ESTOU SEGUIDO
    ME AJUDA E ME SEGUE TB QUERIDA

    WWW.MAKEPOPULAR.BLOGSPOT.COM

    ResponderExcluir